FAQs

O AQUA+ é um sistema voluntário de avaliação e classificação da eficiência hídrica de edifícios, criado pela ADENE para promover o uso eficiente da água. Para além de classificar o desempenho hídrico dos edifícios, o AQUA+ permite também orientar no sentido das boas práticas em projeto de novos edifícios ou em intervenções de reabilitação, potenciando a opção por equipamentos, sistemas e soluções que permitam um uso mais eficiente da água.

Atualmente, o AQUA+ aplica-se a edifícios residenciais, quer estejam em fase de projeto, de reabilitação, em uso ou fora de uso. Em breve irá estende-se a outras tipologias nas áreas do turismo (hotel), comércio e serviços.

Através de um processo simples e ágil de auditoria com base numa metodologia proprietária, desenvolvida pela ADENE em colaboração com entidades do sistema científico e tecnológico nacional. A avaliação incide sobre aspetos como a utilização de fontes alternativas de água, os usos exteriores de água, a eficiência dos dispositivos, os equipamentos de lavagem e os sistemas de produção e distribuição de água quente. Os resultados são utilizados para emitir uma classificação da eficiência hídrica do edifício, onde é atribuída uma classe de desempenho entre e F (menos eficiente) a A+ (mais eficiente) e identificadas as oportunidades de melhoria de desempenho.

Uma vez que a avaliação incide sobre a componente infraestrutural do edifício, a classificação é válida por um período de 10 anos. Pode, no entanto, ser atualizada em qualquer altura, na sequência de melhorias ou alterações que afetem o desempenho hídrico do imóvel.

As entidades com edifícios classificados AQUA+ estão elencadas do Portal AQUA+, onde pode inclusive ver quais os edifícios que estas já tem classificados.

Basta consultar a lista de auditores e empresas AQUA+ reconhecidos, pedir propostas comerciais a uma ou mais dessas entidades e escolher a mais adequada para prestar o serviço. A ADENE não faz auditorias, focando a sua atividade na gestão do sistema (incluindo a verificação da qualidade e registo de Classificações AQUA+).

O valor da classificação AQUA+ varia de caso para caso e decorre da soma dos custos de:

  • auditoria, obtidos em condições de mercado (melhor proposta) para a situação específica do edifício e pago diretamente à entidade auditora (técnico ou empresa).

  • Emissão da classificação no Portal AQUA+, na ordem dos 160€, pago à ADENE diretamente ou indiretamente através da entidade auditora.

Auditores AQUA+, devidamente qualificados e reconhecidos pela ADENE. Estes técnicos podem atuar em nome individual ou através de empresas ou outras entidades, desde que reconhecidas para atuar no âmbito do sistema AQUA+ (desde que cumpram determinados requisitos) mas a emissão é sempre feita por um técnico Auditor AQUA+.

O sistema reconhece também Consultores AQUA+ que, ao estarem familiarizados com a metodologia AQUA+, podem (e devem) ser agentes ativos no processo de otimização da eficiência hídrica dos projetos da(s) entidade(s) em que atuam, colaborando com o Auditor AQUA+.

Mediante pedido de reconhecimento junto da ADENE, evidenciando o cumprimento cumulativo dos seguintes requisitos de formação e experiência:

Formação académica:

  • Licenciatura, preferencialmente nas áreas de engenharia, arquitetura ou similar e frequência com sucesso da formação específica AQUA+ (teórica+prática).

Experiência profissional:

  • 3 (três) ou mais anos de experiência em projeto de sistemas prediais de distribuição de água e de águas residuais, ou
  • Qualificação como Perito Qualificado (PQ-I e/ou PQ-II) do SCE (Sistema de Certificação Energética de Edifícios), ou
  • 3 (três) ou mais anos de experiência adequada ao exercício da função, comprovada mediante avaliação curricular pela ADENE.

Através de reconhecimento automático pela ADENE, após frequência do curso de formação específica AQUA+, e mediante evidência do cumprimento cumulativo dos seguintes requisitos de formação e experiência:

Formação académica:

  • Licenciatura, preferencialmente nas áreas de engenharia, arquitetura ou similar e frequência com sucesso da formação específica AQUA+ (componente teórica).

Experiência profissional:

  • Experiência em projeto de sistemas prediais de distribuição de água e de águas residuais, ou
  • Experiência adequada ao exercício da função, comprovada mediante avaliação curricular pela ADENE.

O curso de “Auditores e Consultores AQUA+ de Eficiência Hídrica em Edifícios Residenciais” proporciona a formação específica necessária para atuação no âmbito do sistema de avaliação e classificação AQUA+. A estrutura do curso envolve:

  • Componente teórica: duração de um dia, orientada para a aplicação da metodologia de auditoria e de classificação AQUA+ para Edifícios Residenciais, acompanhada de exercícios de avaliação de conhecimentos adquiridos.

  • Componente prática: duração de meio dia, com acompanhamento de uma auditoria AQUA+ organizada e preparada pelo formando (em data à sua escolha, no prazo máximo de 6 meses ano após o dia teórico) sobre um caso angariado pelo próprio e do qual deverá resultar, após validação pela ADENE, a emissão do respetivo documento de classificação e do relatório de auditoria.

Esta formação é realizada exclusivamente pela Academia ADENE. Para conhecer o calendário de cursos previstos, o preço atualizado e demais condições, consulte academia.adene.pt.

O “Programa de Apoio a Edifícios mais Sustentáveis” visa apoiar soluções para a reabilitação dos edifícios residenciais com o objetivo de melhorar o seu desempenho energético e hídrico.

São abrangidas, entre outras, intervenções que visem melhorar a eficiência hídrica de moradias e apartamentos, como a substituição de equipamentos por outros mais eficientes (ex. torneiras, chuveiros, autoclismos, fluxómetros, redutores de pressão e reguladores de caudal) que detenham certificação da ANQIP e classe de eficiência hídrica dos equipamentos igual ou superior a “A”.

A taxa de comparticipação é de 70% a fundo perdido, para investimentos que podem ir até 7500€ por moradia ou apartamento. O apoio para a substituição de equipamentos de maior eficiência hídrica pode ir até 500€.

As candidaturas decorrem em duas fases: até 31 de dezembro existirá uma dotação disponível de 1,75M€, seguindo-se mais 2,75M€ disponíveis até dia 31 de dezembro de 2021.

Contate-nos

  • O tratamento dos dados recolhidos cabe exclusivamente à ADENE – Agência para a Energia.
  • Conheça a ADENE, clicando em: https://www.adene.pt/a-adene.
  • Conheça a política de privacidade da ADENE, clicando em: https://www.adene.pt/privacidade/.
  • Os seus dados pessoais serão eliminados após resposta à solicitação colocada e no prazo máximo de 30 dias. Caso queira exercer os direitos de informação, acesso, oposição ao tratamento, revogação de consentimento, portabilidade, atualização, retificação ou eliminação de Dados Pessoais, por favor contacte privacidade@adene.pt.